+55 71 99103.0603 contato@arcadiainsitute.com.br

A herança que recebemos dos nossos descendentes não se limitam aos aspectos físicos, nem genéticos, mas vão muito além. Nossos problemas, características e até emoções podem ser também reflexo deles, por conta dos padrões de comportamento dos integrantes da família como religião e crenças, por exemplo. É a partir da constelação familiar que entender esse processo mais a fundo se torna possível.

O que isso significa, sendo mais específico? O que os nossos pais, avôs, bisavôs e etc. fizeram nas suas vidas refletem nas nossas, tanto para o bem, quanto para o mal. A notícia boa é que as coisas positivas somam e a ruins podem ser modificadas a partir do método de trabalho aplicado nas constelações familiares, levando benefícios, inclusive, para as gerações futuras.

Como a constelação familiar, também chamada de constelação sistêmica é um tipo de terapia (desenvolvida pelo psicoterapeuta alemão Bert Hellinger), os psicólogos especializados nessa área são os profissionais mais indicados para aplicá-la, por ser um método psicoterapêutico.  

Como funciona?

Se, por exemplo, o paciente tem problemas com os pais, o profissional vai mapear informações fundamentais a respeito da situação e também de todo o núcleo familiar e acontecimentos chaves: doenças, mortes precoces, divórcios, etc.

Em seguida, com um grupo de pessoas, o paciente determina qual será o papel de cada uma relacionada à situação a ser resolvida (exemplo: pessoa A representa o amor e pessoa B representa o rancor). A partir dessa seleção e da realização do processo, as informações sobre o problema vêm à tona e podem ser trabalhadas. No atendimento individual, as pessoas são substituídas por bonecos, figuras, entre outros, preservando a eficácia do tratamento. O ponto central em ambos os casos é a oportunidade de ver a própria situação diante dos olhos, literalmente, e encontrar caminhos para resolvê-la.

Para saber mais sobre o assunto, basta realizar a inscrição para a próxima edição do Ciclo de Palestras Arcadia, que será comandado pela psicóloga Olga Marques no dia 05 de fevereiro, terça-feira, no auditório da instituição. Mais informações: (71) 99103-0603/ falar com Ana Paula.

X