+55 71 99103.0603 contato@arcadiainsitute.com.br

O mundo mudou mais nos últimos 50 anos do que em toda a história da
humanidade. As mudanças de comportamento, atreladas ao desenvolvimento tecnológico, construíram relações pessoais frágeis e, portanto, geradoras de insegurança. Os vínculos humanos de hoje podem ser quebrados a qualquer hora e sem aviso prévio, o que pode causar isolamento social. Em decorrência disso, a solidariedade fica muito enfraquecida e, pior, estimula a insensibilidade em relação ao sofrimento do outro.

As redes sociais são janelas para mostrar ao mundo o quanto se é feliz, mas
as relações se tornaram mais flexíveis, gerando insegurança e medo de ter relacionamentos mais profundos. A tecnologia atual favorece a globalização, que aproxima pessoas muito distantes e afasta as que estão perto. Será que tudo vem acontecendo rápido demais? Temos condições de acompanhar essa velocidade? Onde, de fato, está nossa felicidade?

Para o filósofo e sociólogo polonês Zygmunt Bauman: “Vivemos em tempos
líquidos. Nada foi feito para durar”. Os vínculos podem ser desfeitos de forma intencional e rápida, mas nos traz um terrível quadro: a constatação de que estamos sozinhos. Como lidar com essa situação? Como sobreviver em um mundo dinâmico, que nos exige tantas mudanças? Essas mudanças são, de fato, boas para todos nós?

Sergio Manzione é Psicólogo Clínico, Especialista em Avaliação Psicológica,
Administrador, Mestre em Engenharia da Energia, palestrante e colunista de jornal, rádio e TV com mais de 30 anos de atividade em empresas e em seu consultório particular.

X